A dureza dos bons hábitos

Desenvolver bons hábitos sempre foi muito mais difícil do que adquirir vícios maus hábitos. Bons profissionais cultivam uma série de atitudes positivas que encantam a todos, do porteiro ao presidente do Conselho e que os tornam pessoas admiradas e sempre lembradas nas promoções. Mais importante do que apenas ser promovido ou ganhar dinheiro, é ser admirado. Lembrem-se de Madre Tereza ou de outros grandes personagens que, mais ou além do que fama e dinheiro, foram admirados. Sem dúvida, é o que desejamos para nós mesmos. Quem sabe uma reflexão para 2013 sobre seus hábitos?

É muito mais fácil adquirir vícios e maus hábitos do que desenvolver bons hábitos. Sempre observei pessoas de sucesso e que gozavam de prestígio junto a todos, do porteiro ao presidente do Conselho, e invariavelmente encontrei alguns hábitos que todo profissional deveria possuir:

1 – Devolver o que pediu emprestado da mesma forma ou melhor do que quando pegou.
Ex.: um diretor, meu ex-chefe, pediu meu note emprestado para uma pequena viagem, pois o dele havia pifado e realmente tratava-se de uma emergência. Devolveu-me prontamente quando retornou com uma capa nova e com uma limpeza completa.
2 – Agendar todos os compromissos, escrevendo o que foi comprometido. Livra-se por completo daquele odioso “Ih, eu esqueci!”.
3 – Usar roupas impecáveis. Podem ser simples, mas o sapato deve estar lustrado e as roupas muito limpas.
4 – Ter a mesa de trabalho extremamente organizada.
5 – Cumprimentar igualmente a todos.
6 – Ter bom humor. Nunca ficar emburrado. Pode ficar zangado, mas nunca emburrado.
7 – Ser pontual e exigir pontualidade.
8 – Ler, desenvolver a cultura geral, ser curioso, perguntar mais do que responder.
9 – Fazer cursos. Observo muitos executivos que nunca mais sentaram em uma sala para serem treinados.
10 – Ter energia. Chegar mais cedo e sair mais tarde do trabalho. Colocar a mão na massa e jamais, eu disse “jamais”, queixar-se da vida, resmungar ou reclamar da dureza da batalha.
11 – Elogiar na frente de todos e repreender de forma privada.
12 – Jamais erguer a voz acima do necessário e manter o equilíbrio emocional.
13 – Ter vida financeira e familiar boa e organizada.
14 – Anotar muito. Andar com caneta, IPAD, lápis, caderno de notas, agenda e notes.
15 – Ser atualizado com o seu tempo em termos de tecnologia.
16 – Ser muito, mas muito, trabalhador.
17 – Ser detalhista.
18 – Caminhar pela empresa, visitar clientes e fornecedores, ir aos pontos de conflito.
19 – Retornar e-mails e chamadas telefônicas. Não deixar ninguém sem resposta.

Hábitos extremamente simples, mas apenas executados por uma elite.