A empresa não investe em mim!

05/12/2011

Dizer que “a empresa não investe em mim” é uma burrice atroz, que demonstra a incapacidade de um profissional em lidar com a própria vida. Mostra incompreensão da vida empresarial, covardia para assumir seus próprios compromissos e imaturidade para o trabalho. Prepare seu próprio plano de desenvolvimento e corra atrás. A boa notícia é que, nas raras vezes em que vi alguém tomar esta atitude, o resultado sempre foi extremamente positivo.

“A empresa não investe em mim!”. Quantas vezes eu e você já ouvimos esta frase. Frase desprezível, anacrônica e desqualificada. O profissional que fala esta bobagem está assinando sua identidade de incapacidade para tomar conta da sua própria vida. Quem deve investir em você é você mesmo, mais ninguém. Quem deve preparar o seu plano de treinamento é você e não a empresa. Quem é o dono do seu desenvolvimento pessoal é você, não um bando de estranhos. Quem vai usufruir do seu conhecimento é você, em primeiro lugar. Portanto, você deve investir em você, mais ninguém. Reclamar, como um adolescente mimado, que a empresa não o desenvolve e não “investe” em você é demonstrar total inaptidão para a vida profissional.

Alguém poderá argumentar que outras empresas “investem” em seus funcionários, têm extenso plano de treinamento e custeiam cursos de graduação ou outros quaisquer. “Que bom!”, eu diria. Mas não conte com isto. Não dependa disto. Faça o seu plano próprio de desenvolvimento caso sua empresa “não invista” em você e corra atrás. Se tiver dinheiro, use! Se não tiver, peça para sua empresa, tome a iniciativa e, se tudo for em vão, busque alternativas. Alguém me disse que “é fácil falar”. Mas, vou falar o que, então? Vou oferecer meu ombro amigo para você chorar? Vou estimulá-lo a ser um profissional amargo, reclamão, ranzinza? Nada disto, você e eu sabemos, resolve o problema. Faça um plano e corra atrás. A boa notícia é que, nas poucas vezes em que vi profissionais agirem desta forma, a resposta do mundo sempre foi positiva. Ela veio da própria empresa, veio de uma escola, veio de um banco, veio de algum lugar. O universo vai conspirar a seu favor, se você fizer a sua parte que, obviamente, não é reclamar. Não terceirize a responsabilidade sobre sua vida.