Como prever o futuro

30/01/2013

Qualquer administrador só lida com dois recursos: tempo e dinheiro. Qualquer administrador precisa ser responsável com o que administra para bater metas. Qualquer administrar precisa, portanto, estocar os seus recursos para se proteger contra as incertezas do futuro, QUE NINGUÉM SABE PREVER: precisa estocar TEMPO E DINHEIRO. Reforçar obstinadamente o caixa e adiantar todas as ações que puder para evitar atrasos de cronogramas é obrigação de qualquer gerente moderno. Atrasar cronogramas e estourar o orçamento alegando “SURPRESAS” é desculpa esfarrapada de medíocres e de irresponsáveis.

Precisamos encarar a realidade: simplesmente não sabemos prever o futuro. Erram grosseiramente nas suas previsões desde economistas famosos até consultorias internacionais em várias áreas. Logicamente, precisamos ouvir tudo o que pudermos ouvir, exercitar metodicamente o planejamento, mas precisamos reconhecer que, novamente, não sabemos prever o futuro. Ninguém sabe e nem pode saber. Quem afirmar que pode prever ou montar um complexo modelo estatístico de forecast é ingênuo ou picareta.

Então, o que nos resta? Precisamos proteger nossas empresas e nosso patrimônio contra um futuro absolutamente desconhecido. A resposta é simples: reforçar paranoicamente o caixa e adiantar todas as ações que pudermos adiantar, reforçando o caixa imaginário do tempo. Só lidamos com dois recursos: dinheiro e tempo. Precisamos tê-los em estoque! Estocar dinheiro e tempo sempre foi um excelente conselho e não consta nos anais quem se arrependeu de ter dinheiro ou tempo em excesso. Como você estoca dinheiro? Bem, leia meus outros 500 artigos e verá que o tema é recorrente. Como você estoca tempo? Leia os mesmos artigos e verá que o tema também é frequente. Adiante o cronograma e reduza custos de forma obstinada, cruel, metódica, como se o mundo fosse acabar amanhã, como se sua empresa fosse quebrar depois de amanhã. Seja paranoico e determinado na estocagem de tempo e de dinheiro. Planeje o que puder e toque a vida em frente. Você precisa acertar entre 50 a 60 % do seu plano e os outros 40 % (as surpresas) você “tira de letra” com seu estoque de caixa e de tempo. É assim! O resto é poesia, complicação desnecessária e preguiça.

Ah, e não se esqueça de acompanhar semanalmente as vendas (ou até diariamente) e os seus planos de ação.