Indicadores do moral

04/04/2013

Cuidado com determinados indicadores do moral em sua empresa, eles podem mostrar que seu destino é o buraco. Quando covardes são premiados e valentes são punidos, quando o “bom relacionamento” é privilegiado em detrimento dos “que dizem a verdade”, quando a burocracia dos incompetentes supera o trabalho dos talentosos, o sinal de alerta está ligado, avisando a sentença de morte da companhia.

As pessoas caminham rápido dentro da sua empresa?
Existem muitas fofocas?
Os gerentes ligam para suas equipes fora do horário, à noite, nos finais de semana, para breves recados sobre o trabalho?
As pessoas dão rápido retorno quando recebem emails ou telefonemas que não atenderam na hora da chamada?
Tudo é muito pratico e simples?
As pessoas vestem-se com simplicidade?
O pessoal de RH usa o uniforme da fábrica ou da operação?
Existem padrões escritos e é intolerável não cumpri-los?
Existem muitas piadas desrespeitosas em relação aos colegas, aos clientes ou à empresa?
As pessoas têm muitas tarefas para fazer ou certa dose de ócio é tolerada?
As reuniões são feitas de pé na maior parte dos casos?
As pessoas leem muito, discutem conceitos e aplicam no trabalho estes conceitos? As pessoas comemoram os bons resultados?
Todas as pessoas têm metas?
Muitos gestores têm sala privada ou todos trabalham no mesmo ambiente?
Existem muitos sinais de poder, como estacionamentos diferenciados, restaurantes diferenciados, salas para os herdeiros ou diretores?
As pessoas crescem na medida do seu talento e resultados ou na medida do tempo de trabalho e das influências?
Executivos viajam de primeira classe, alugam carros caros, hospedam-se em hotéis sofisticados e somente andam em táxis especiais?
Os valores da companhia estão muito claros e são aplicados e repetidos por todos?
Existem boas práticas de segurança, como estacionar de ré e não correr dentro da empresa?
Os empregados, especialmente operadores, deitam-se no chão nos intervalos?
As pessoas costumam se cumprimentar e cumprimentar visitantes?
Todos estão positivamente estressados ou o ambiente é de calmaria?
Existem pessoas que ameaçam demitir-se e não o fazem?
Valoriza-se mais o perfil cobrador ou o perfil “bom relacionamento”?

Analise sua empresa a partir deste check list e entenda por que empresas duronas ganham muito dinheiro e atraem gente talentosa e empresas frouxas ganham pouco dinheiro e atraem covardes, preguiçosos e toda sorte de desqualificados.

Paulo Ricardo Mubarack