Pontualidade

10/05/2012

Pontualidade significa respeito e demonstra traços do caráter e do temperamento de um profissional. Quando alguém se atrasa habitualmente, precisa ser advertido, corrigido ou demitido, porque nunca se fez uma grande empresa com gente que se atrasa. Falta de pontualidade é atributo forte do subdesenvolvimento de uma pessoa.

Sempre afirmei que há uma diferença muito grande entre crescimento e desenvolvimento. Empresas e pessoas podem muito bem crescer razoavelmente em faturamento e renda, mas continuar subdesenvolvidas em comportamentos. Algo parecido com um sujeito bronco e mal educado que ganhou na loteria. Na maioria das vezes, o bronco não mantém o dinheiro que ganhou porque o que sustenta o crescimento é o desenvolvimento. Muitas empresas quebram na segunda ou na terceira geração dos sócios porque as famílias, apesar de terem enriquecido, ainda são ignorantes.

Uma das características mais evidentes do subdesenvolvimento de um profissional é a falta de pontualidade. Presencio-a em muitos momentos da vida corporativa e social e o atraso para os compromissos parece ser um hábito genuinamente verde e amarelo. Temos o samba, o carnaval, o futebol e o atraso como símbolos nacionais.

O atraso, antes de qualquer outra questão, representa o patético desrespeito que alguém tem para com os outros e para com as instituições. Quem chega atrasado a uma reunião agride a todos os que chegaram no horário. O atrasado comporta-se de maneira ridícula, ignorando as regras mínimas da boa convivência e da civilidade. “Quem chega exatamente na hora já chega atrasado”, diz uma boa frase sobre a pontualidade. O correto é chegar entre 5 a 10 minutos antes. Pode-se preparar o material e iniciar a concentração para o trabalho que virá. Chegar “em cima do laço”, esbaforido e correndo é a evidência pública de uma vida desorganizada. Como confiar ou promover quem chega habitualmente atrasado? O atraso persistente representa um ser humano ainda primário, obtuso, confuso e com inteligência menor. É um sério desvio de comportamento em qualquer ambiente. Como uma pessoa lida com o relógio demonstra muito sobre seu caráter e sobre seu temperamento. Além disto, temos que odiar a todos aqueles que nos fazem desperdiçar um recurso que é limitado, irrecuperável e, por isto mesmo, precioso: o tempo. Sempre que alguém faz outros perderem tempo com seus atrasos, acontece o roubo do tempo de vida. Já pensou desta forma sobre os atrasados? Além de ignorantes e desrespeitosos com a organização social, eles roubam parte da sua vida. Elimine-os do seu caminho sempre que puder!