Por que os projetos frustram?

12/11/2012

Projetos e planos de ação, especialmente os grandes, começam com glamour e expectativas e terminam frequentemente com muitas frustrações e caça aos culpados. A causa é muito simples: os cronogramas não são detalhados por semana, com entregas concretas previstas e precisas e não se estabelece rígida disciplina para cobrar ENTREGAS SEMANAIS. O erro é comum e traz perdas muito grandes.

Todo plano de ação, pequeno ou oriundo de um projeto grande, precisa ser detalhado por semana, de forma precisa e com entregas bem claras. Também semanal deve acontecer a reunião de análise crítica do andamento do plano, onde o serviço que deveria ser entregue na semana vai ser cobrado.

Creia, não se trata de exagero. A maioria dos projetos começa com grande euforia em glamour, especialmente os projetos grandes, e termina com várias frustrações e com a caça aos culpados.

Todas estas situações constrangedoras acontecem porque ninguém da equipe de projetos foi lúcido o suficiente para exigir que o cronograma fosse semanal, com as entregas da sexta-feira bem definidas.

Muitos alegam que não se consegue detalhar desta maneira, mas esta afirmação é falsa. A equipe do projeto, apoiada ou não por consultorias, frequentemente evita este detalhamento por um somatório perverso de ignorância e preguiça.

Quando me refiro a planos de ação, pequenos ou grandes, refiro-me a todo tipo de ação, da implantação de um ERP à redução de custos ou melhoria da qualidade. Se não acredita, verifique os atrasos dos cronogramas de implantação e os sofrimentos que decorrem de planos e projetos mal detalhados. Não cometa este erro grosseiro e exija na sua empresa que os planos de ação sejam definidos por semana, com todas as entregas previstas para cada sexta-feira. Ah, e não esqueça de estabelecer rígida disciplina para a cobrança dos resultados. Seus planos e projetos terão uma vida mais suave e produtiva. A teoria recomenda e a prática comprova.